Notícia

Nota de Esclarecimento

quarta, 27 de novembro de 2019
Referente as quedas corriqueiras de energia em nosso município.

Preocupados com o bem-estar dos associados e cientes da importância da energia elétrica não apenas para a cidade como para o campo, a ACISTI, esclarece que tem atuado junto à Copel (Companhia Paranaense de Energia) para buscar esclarecimentos em virtude dos casos constantes de queda de energia elétrica registrados no Município.
Esclarecemos que em todas as ocorrências de queda de energia, a ACISTI, através de seus colaboradores, prontamente entra em contato com os servidores da Copel para esclarecer os motivos da ocorrência e cobrar agilidade para que os serviços de manutenção sejam executados o mais rápido possível.
Informamos ainda que encaminhamos ofícios à Copel para que a mesma esclareça, de forma técnica os motivos que estão causando as constantes quedas de energia e as ações que serão executadas de imediato para que o problema seja por fim solucionado, evitando os transtornos causados à população e, posteriormente, divulgaremos estas informações para associados ACISTI.

Caso ocorram prejuízos com equipamentos e eletrodomésticos, devido às quedas, segue informações da Copel referente ressarcimentos.

RESSARCIMENTO: 

Quando ocorrer queimas de eletrodomésticos e outros equipamentos elétricos em função das quedas de energia, pode-se solicitar o pedido de ressarcimento à Copel. O pedido pode ser realizado pelo telefone 0800-510-0116, pelo site, ou em qualquer agência de atendimento.

Segundo informações da empresa de energia, ao solicitar o ressarcimento, o consumidor preenche um formulário no qual descreve os danos e informa, entre outros dados, o dia e hora da queima dos equipamentos. O requisitante deve ser o titular da conta de energia e não deve realizar o conserto enquanto o pedido estiver sob análise da Copel.

 “Em resumo, o cliente tem 90 dias para solicitar o ressarcimento por um canal de atendimento. Após inspecionar os equipamentos, a Copel solicitará laudo e orçamento, e o cliente terá mais 90 dias para entregá-los; a Copel terá então 15 dias para emitir um parecer e, em caso de deferimento, mais 20 dias para realizar o pagamento”, esclareceu a empresa.

 

Fonte: Acisti